Comoção e revolta marcam enterro de crianças mortas por trio em SE


Meninos eram amigos e foram velados juntos. Trio estava com a documentação e revisão em dia, diz prefeito.

Denise GomesDo G1 SE

Velório de uma das crianças atropelada por trio (Foto: Reprodução TV Sergipe)Parentes estão inconformados com o ocorrido (Foto: Reprodução TV Sergipe)
Comoção e revolta marcaram o sepultamento dos dois meninos mortos em um acidente envolvendo um trio elétrico no Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro (SE), na tarde deste domingo (10). Inconformados com o ocorrido os parentes das crianças de 10 e 11 anos, que eram amigos e foram velados juntos, pediram justiça. Os corpos foram sepultados no Cemitério São João Batista, no Centro de Aracaju.
De acordo com o pai da segunda vítima do acidente, que morreu no centro cirúrgico do Hospital de Urgência de Sergipe na noite deste domingo, não havia ambulâncias no local. “Meu filho foi socorrido por um carro da polícia. Se houvesse uma ambulância no local ele não estaria aí neste caixão, mas elas só chegaram após uma hora do ocorrido”, disse o homem, que não quis ter seu nome divulgado.
Segundo Adriano dos Santos, amigo da família e que estava com as crianças no momento do acidente, a tragédia foi anunciada. “No início da ladeira os pneus do trio estavam saindo fumaça e o motorista viu isso. Mas, mesmo assim ele resolveu descer a avenida engrenado”, relatou.
No dia anterior ao acidente a família do garoto de 10 anos, havia curtido o carnaval no bairro. No entanto, no domingo, o menino não quis esperar a mãe para ir para a festa. “Ele gostava muito de se divertir, no sábado tudo ocorreu bem, mais ontem ele resolveu ir na frente e não me esperou. Sei que ele não irá voltar mais, mas, quero justiça. Isso não pode ficar impune”, disse Maria José Soares.
Sobre a falta de ambulâncias no local o prefeito de Socorro, Fábio Henrique, informou que as do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Estado (SAMU) ficam na base do serviço, mas que duas ambulâncias do Serviço de Atendimento de Urgência do município estavam prestando suporte à festa. “Esses veículos da prefeitura prestaram os primeiros socorros às vítimas até a chegada do SAMU, que foi acionado e se deslocou da base estadual até o local do acidente”, afirmou.
Ainda segundo o prefeito, toda a documentação referente às condições do trio elétrico foi entregue pelo proprietário no momento da licitação. “Eles nos apresentaram toda a documentação exigida, como a licença do CREA, alvará expedido pela Defesa Civil, bem como o que comprovante de revisão dos freios que foi realizada há um mês. É o quinto ano que realizamos a festa, no ano passado contratamos o mesmo trio, com mesmo motorista, para esse percurso e tudo ocorreu bem. Infelizmente aconteceu essa fatalidade, e decidimos suspender toda a programação do carnaval, pois o município está de luto”, enfatizou
.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE