SENADOR VALADARES DIZ NÃO TER PLANOS PARA DISPUTAR O GOVERNO EM 2014

Senador Valadares/Foto Blogdoreginaldo

O senador Antonio Carlos Valadares (PSB), alem de defender a provação do Proinvest, negou que tenha um numero excessivo de cargos no governo do estado. Segundo declarações feitas pelo deputado Augusto Bezerra (DEM), Valadares teria indicado mais de 500 nomes para ocuparem cargos de confiança no governo.

Na manha desta segunda-feira (28), ao ser convidado para falar sobre o Proinvest, Valadares ao iniciar a entrevista, negou que tenha cargos no governo, com os números apresentados pelo Democrata. Para o senador, Augusto Bezerra “quer animar a platéia dele. Isso não existe e todos sabem que nosso partido ocupada duas pastas nesse governo que são pequenas. É a secretaria de Turismo que é ocupada pelo companheiro Elber Batalha e a secretaria de Esporte por Mauricio Pimentel. Quanto a educação ocupada por Belivaldo Chagas, todos sabem que foi indicação do governador”, afirmou Valadares no programa Jornal da Ilha.

Durante cerca de uma hora, o senador defendeu e tentou convencer o radialista Gilmar Carvalho que também é deputado, de que o empréstimo seria bom para o estado. Sem convencer radialista que já se declarou contrario à aprovação do Proinvest, Valadares tentou mostrar números que apontam a capacidade de endividamento do estado como boa, em relação a outros estados a exemplo de Alagoas, São Paulo e Minas Gerais.

Valadares fez uma ampla explanação, explicando que o empréstimo não compromete a folha de pagamento do estado. “Estão criando falsas polemicas ao afirmar que o empréstimo irá comprometer os próximos governos. Na verdade com esse empréstimo, o próximo governo terá uma carta de crédito de trezentos milhões de reais”, disse o senador.

Ao ser questionado sobre uma possível candidatura em 2014 ao governo do estado, Antonio Carlos Valadares disse que “não faz parte de meus planos uma candidatura ao governo do estado em 2014, a não ser que haja uma exigência do grupo”, explicou o senador afirmando que no momento o foco é ajudar o governo de Marcelo Déda. “Há confabulações mas eu não farei nada para acabar com a aliança e se Jackson  Barreto viabilizar a sua candidatura estarei ao lado. Ele foi muito correto na eleição passada, com Valadares Filho aqui em Aracaju”, disse o senador afirmando que pretende continuar o trabalho no senado.

Fonte: Faxaju/Foto Blogdoreginaldo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe