Estelionatário que fingiu ser agenciador de modelos em Penedo é preso em Piranhas


Divulgação
Rogério Feijó tem no mínimo quatro mandados de prisão em aberto
Um famoso estelionatário identificado como Antônio Rogério Feijó, 37 anos, foi preso na noite desta segunda-feira, 14, em uma residência localizada no município de Piranhas, distante 280 km da capital Maceió. O indivíduo que também era procurado pela polícia de vários estados e com no mínimo quatro mandados de prisão em aberto também aplicou golpes em Penedo, no mês de outubro do ano passado.
A prisão do estelionatário considerado como o mais procurado do Nordeste, segundo informações policiais, aconteceu após várias denuncias anônimas que davam conta da presença do acusado em Piranhas. Na ocasião em que foi detido, Antônio Rogério se preparava para viajar levando no bolso da calça que trajava apenas uma cueca. A polícia acredita que Feijó tenha aplicado golpes também no município.
Ainda de acordo com as informações policiais, o meliante já se passou por padre, advogado, empresário e até agenciador. Em Penedo, ele esteve recrutando alguns adolescentes para seguirem a carreira de modelo. O acusado supostamente oferecia às vítimas um contrato R$ 1.500, mas antes cobrava uma taxa dos garotos e garotas alegando que era para pagar as fotos que seriam tiradas. O estelionatário também é apontado como o responsável por crimes de pedofilia ocorridos no interior de Pernambuco.
Por sorte o ‘expert’ no mundo do crime não conseguiu causar grandes prejuízos em Penedo. Quando foi reconhecido e estava prestes a ser preso conseguiu fugir sem deixar vestígios. Algumas das pessoas que foram lesadas pelo estelionatário já registraram Boletim de Ocorrência na Delegacia de Penedo. Informações extraoficiais dão conta de que idosos também teriam sido vítimas do acusado.
Há pouco mais de um ano, Rogério Feijó foi preso no município de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Na ocasião, ele aplicou o famoso golpe do emprego, no qual pedia aos candidatos dinheiro antecipado para tirar a carteira de motorista dos mesmos. Em Alagoas, há indícios da passagem do criminoso também pela cidade de Murici, distante 54 km da capital Maceió.
O acusado foi encaminhado à Delegacia de Delmiro Gouveia, local onde foi interrogado e confessou a prática do estelionato, mas negou ser pedófilo. As pessoas que foram vítimas do estelionatário podem entrar em contato com a Polícia Civil através do número 181 para auxiliar nas investigações.
Por: Redação Aquiacontece

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE