Tribunal de Contas aponta falta de medicamentos no Huse, em Aracaju

Dos 195 medicamentos disponibilizados, 59 encontra-se zerado. Providências devem ser tomadas no prazo de 15 dias.

Do G1 SE
 
Conselheiro Reinaldo Moura (TCE/SE)
Foi apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) um relatório preliminar referente ao setor de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). O responsável foi o conselheiro Reinaldo Moura.
 
O conselheiro observou que a exposição da parcial se fez necessária devido às deficiências encontradas, sobretudo no que concerne à disponibilidade de medicamentos.

Segundo o relatório, em visita à Central de Logística (Celog) e à farmácia do Serviço de Oncologia, foi constatado que, dos 195 medicamentos disponibilizados pelo Centro de Oncologia, 59 encontram-se com estoque zerado, o que corresponde a 30,26% do total, sendo 12,82% dos medicamentos comuns, 1,54% dos controlados, 12,86% oncológicos e 3,08% de alto custo.

Um ofício também foi encaminhou ao gestor da Fundação Hospitalar de Saúde estabelecendo o prazo de 15 dias para que sejam adotadas as providências necessárias à regularização da oferta dos medicamentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE