TJ/AL julga ação de improbidade administrativa contra prefeito de Igreja Nova


Divulgação
Neiwton Silva e o secretário Paulo Roberto são acusados de desvio de merenda
O pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) marcou para a próxima terça-feira, 06 de novembro, o julgamento do prefeito de Igreja Nova, Neiwton Silva, e do secretário municipal de finanças, Paulo Roberto de Oliveira, ambos denunciados pelo Ministério Público Estadual por improbidade administrativa e fraude em licitação.

De acordo com o que consta na denúncia, o prefeito e o secretário supostamente desviaram verbas que seriam destinadas a aquisição de merenda escolar. Durante as investigações, o Ministério Público descobriu que o dinheiro destinado à alimentação dos estudantes teria sido utilizado na compra do pescado que foi distribuído com os munícipes durante a Semana Santa daquele ano.
Ainda segundo a denúncia do MPE-AL, o prejuízo causado aos cofres públicos se aproxima da casa dos R$ 45 mil. A empresa responsável pela venda do pescado foi a Ifril – Indústria de Frios e Pesca Ltda, que recebeu da prefeitura municipal o valor correspondente a compra de 11.250 kg de corvina.
Neiwton Silva e Paulo Roberto também terão que explicar à corte máxima da Justiça alagoana o porquê de terem efetuado contratações ilegais, sem observância ao que rege a Lei de Licitações e Contratos. O relator do processo é o desembargador José Carlos Malta Marques.
Caso sejam considerados culpados, os réus serão condenados a perda do cargo público com a consequente suspensão dos seus direitos políticos, além terem que ressarcir os cofres públicos. Os gestores também poderão ser proibidos de contratar com o Poder Publico ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário.
 
por Redação aqui acontece

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Sérgio Menezes Lucas faz aniversário