QUEBRA-QUEBRA NA PARALISAÇÃO DOS ÔNIBUS


Na manhã desta quarta-feira (07), o caos está instalado no sistema de transporte coletivo de passageiros da Grande Aracaju. Empregados de duas empresas estão sem trabalhar. Motoristas e funcionários da Viação Cidade de Aracaju (VCA), paralisaram as atividades desde as primeiras horas desta quarta-feira (06). Eles estão reivindicando a cobrança dos salários atrasados.

Com a paralisação, o movimento é muito grade nos terminais de integração, já que a maioria dos ônibus que atende a grande Aracaju, estão parados.

Os motoristas e cobradores estão reivindicando o pagamento dos salários que segundo eles estão atrasados. Alem disso, os trabalhadores reclamam também das condições em que se encontram os veículos. Eles alegam que os ônibus estão sucateados e não tem condições de circular.

Alem dos funcionários da VCA, os trabalhadores da viação Cidade Histórica, São Cristóvão e São Pedro também resolveram aderir à paralisação. Já os ônibus da viação Progresso, com medo do quebra-quebra que está acontecendo nos terminais, resolveram retornar a garagem.

Os manifestantes garantem que só voltam a circular a partir do momento em for depositado todos os pagamentos atrasados. “Nós só vamos voltar ao trabalho quando todos receberem. Não adianta ameaçar e nem tentar demitir os trabalhadores. Se houver demissão nós voltaremos a paralisar”, ameaçou um dos lideres do movimento.

Nos terminais, a situação é complicada, já que os usuários dos coletivos, revoltados com a falta de ônibus e tentando entrar nos poucos que estão circulando, acabam gerando uma grande confusão. Há muito empurra-empurra em busca de uma vaga. Os poucos veículos que estão circulando, estão super lotados, inclusive colocando em risco as vidas dos passageiros que tentam chegar ao local do trabalho.

A SMTT autorizou aos taxistas, táxis lotação e vans a fazerem lotação.

Munir Darrage

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe