PM é preso por associação ao tráfico de drogas em Aracaju


Sobrinho do policial escondia crack e cocaína na casa do militar.
Adolescente também foi apreendido por ser ‘funcionário’ do tráfico.

Marina FonteneleDo G1 SE

Material apreendido nas três casas revistadas durante a operação (Foto: Divulgação/Denarc)Material apreendido nas três casas revistadas durante a operação (Foto: Divulgação/Denarc)
Um cabo da Polícia Militar de Sergipe e o sobrinho dele de 19 anos foram presos por volta das 17h30 de quinta-feira (2). Eles moram na mesma casa no bairro Suíça em Aracaju. Denúncias anônimas levaram a polícia a iniciar as investigações do caso há cerca de dois meses.

De acordo com o delegado Fábio Pereira, do Departamento de Investigação de Narcóticos (Denarc), o policial disse que não sabia da atividade do sobrinho apesar do jovem já ter sido pelo mesmo crime anteriormente.
Segundo denúncias anônimas, o PM tinha conhecimento da atividade ilícita e, inclusive, atuava como agiota realizando empréstimos com a renda do tráfico. Além de ser acusado de associação ao tráfico de drogas, o cabo da PM também vai responder por ter uma moto com placa fria. “Ele admite que aduterou o veículo para evitar multas”, revela o delegado.
Material apreendido
“Encontramos grande quantidade de drogas dentro da casa deles. Além disso, quase R$ 3 mil em notas de pequeno valor estavam escondidos embaixo do colchão do quarto do policial e o restante foi encontrado no mesmo armário em que o PM guarda a arma de trabalho dele”, explica Fábio Pereira.
No local, também foram apreendidas balança de precisão, 23 cápsulas de cocaína, 5 trouxas de cocaína e 6 pedras grandes de crack (que equivalem a mais de 100 pedras no tamanho de comercialização). Uma pistola Ponto 40 também foi levada no cumprimento de busca e apreensão, mas foi devolvida porque o PM tinha o registro da arma mesmo sem ser a que ele usa para trabalhar.
Moto com a placa adulterada também foi apreendida (Foto: Marina Fontenele/G1 SE)Moto com a placa adulterada também foi
apreendida (Foto: Marina Fontenele/G1 SE)
Um adolescente de 16 anos também é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas. O rapaz é vizinho do militar e seria um ‘funcionário’ do tráfico. Na residência dele foram apreendidos um revólver calibre 38 e mais 2 pedras grandes de crack que daria para dividir em 4 no tamanho de venda.
Cerca de 12 agentes de polícia e três delegados participaram da operação que resultou ainda no cumprimento de um mandado de busca e apreensão em uma casa da Rua Riachão onde foram encontrados 115 gramas de maconha e uma ampola de cocaína. O dono do material ainda não foi encontrado.
Dívida com a Justiça
O policial foi levado para o Presídio Militar do Estado de Sergipe (Presmil), o sobrinho dele e o adolescente foram para a Delegacia Plantonista, na capital. O adolecente foi entregue aos pais e apresentado a um promotor de Justiça do Ministério Público do Estado.
Fábio Pereira disse ainda que as penas dos envolvidos podem ser agravadas porque a atividade criminosa acontecia nos fundos do Denarc e de um Posto de Saúde e bem próximo a uma escola. Além disso, ainda tem o agravante de dois idosos de mais de 80 anos, um deles com deficiência visual, morarem na casa do PM
.

Comentários

Anônimo disse…
Kd as fotos tem que expor esses caras!

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE