Três estão presos suspeitos de matar esposa de PM


Polícia procura arma do homícidio que ocorreu no Salgado Filho
O tenente e a esposa eram récem-casados(Fotos: Facebook)
Equipe do Corpo de Bombeiros realizou buscas a procura da arma (Fotos: Portal Infonet)
Populares acompanharam o trabalho e afirmam que dois homens foram presos
Polícia afirma que não conseguiu localizar a arma do crime
A polícia já elucidou o crime que chocou a população sergipana. Onde a esposa de um tenente da PM foi morta e o militar alvejado a tiros. O fato ocorreu há oito dias quando o tenente Mateus Mendonça e sua esposa, Damiana Corado Mendonça,  de 28 anos, foram baleados na rua Francisco Portugal, nas proximidades da avenida Francisco Porto, zona sul da capital.
Na tarde deste sábado,2, uma operação foi montada para tentar localizar a arma do crime. A informação da polícia é que o revólver usado durante a ação criminosa foi jogado em um bueiro da rua 1º de Maio, no Santos Dumont. Equipes do Corpo de Bombeiros trabalharam no subsolo enquanto militares realizavam buscas na área, mas nada foi encontrado.

Policiais militares presentes no local preferiram não falar com a imprensa, mas moradores afirmaram que dois homens conhecidos do bairro, um deles apelidado de ‘Pequeno’ foram presos suspeito do crime. Moradores da região, que não desejam ser identificados, afirmam que junto com Allan dos Santos suspeito já custodiado no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) a dupla tem ligação com o crime.
Revolta
O crime gerou revolta e protesto dos moradores da localidade que na noite de ontem realizaram um culto para pedir paz. Moradores alegam que após o crime estão em pânico e não conseguem mais ficar na porta de casa.
Em boletim divulgado na última sexta-feira, 1º, a assessoria de comunicação da Polícia Militar informou que o tenente recebeu alta e viajou para a cidade de Brasília/DF, onde a esposa foi sepultada.
Por Kátia Susanna

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE