ROLO COMPRESSOR: Américo terá dez dos onze "jogadores" de Propriá?

Experiente analista político disse ainda que prefeito tentaria indicar Aelson Publicidade, por identificá-lo como “muito independente”.

Analisando o comportamento dos vereadores de Propriá desde o momento da eleição (07/10/2012), da posse (01/01) e da primeira sessão realizada na noite de ontem (14/02), um importante experiente analista político, com razoável trânsito no grupo do prefeito Jose Américo Lima (PSC), apresentou um prognóstico bastante curioso.
Segundo ele, que pediu reservas, dos onze vereadores, o prefeito de Propriá deverá ter ao seu lado dez dos onze vereadores e para garantir uma unanimidade  poderia convidar o vereador José Aelson Publicidade (PDT) para assumir a condição de seu líder naquela casa. Não por considerar o pedetista de oposição, mas “muito independente”, disse.
Este portal tem avaliação semelhante, mas até em respeito aos vereadores eleitos por legendas que não integraram a base de apoio a reeleição de Américo, prefere aguardar os acontecimentos, a partir do comportamento dos edis ao longo das próximas sessões, e principalmente fora deles, se possível, consultando o Diário Oficial do Município.
Só para efeito de anotação, Américo elegeu pelas suas coligações os vereadores Samuel Menezes (PSC), Marcos da Feira e Branca Enfermeira (PDT), Aelson Publicidade e Jurandy Sandes (PDT), além de aliados em coligações adversárias, a saber: Fernandinho Britto (PT) e Genival Moreira, totalizando sete dos onze vereadores.
A oposição, então, elegeu os vereadores Heldes Guimarães (PT), Luã de Dr. Valberto (PMDB) e Nego de Marli (PTdoB) pela coligação que apoiava o candidato Paulinho Campos (PT) e Mayara de Zé Neto (PSDB), pela coligação que apoiava o candidato Paulo César (PSDB), já excetuando os governistas Fernandinho e Genival.
É preciso analizar quem destes vereadores estariam a disposição de marchar no campo da oposição, diante das “tentações” e dos “apelos públicos” do prefeito José Américo em nome de uma “ governabilidade”, muitas vezes em condições de “encher os olhos”daqueles que não vê a política como um valor universal.
Seria uma irresponsabilidade ou no mínimo precipitação de nossa parte afirmar que esta “manobra política” (desnecessária diante da harmonia e independência dos poderes) estaria a caminho – ou estaria? Com a oportunidade de dar uma prova de verdadeiros representantes do povo e não de extensão da prefeitura, os nobres parlamentares.
No tabuleiro da política, muitas vezes os investidos em mandatos populares muitas vezes são confundidos com jogadores de futebol, que mudam de time para defender a camisa dos que melhor lhe proporcionam condições pessoais, em detrimento da torcida que os elegeram como ídolos – seriam de barro?
Lembrando as palavras do ex-vereador Wilson Kolming, cuja larga experiência de 20 anos naquela casa tem propriedade e espólio para fazer tal afirmação, “não fiquem preocupados com o chefe político, pois quem votou em vocês foi o povo de Propriá”, alertou o decano do parlamento municipal.
Fonte: Tribuna da Praia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE