Propriá: Zé Américo se reúne com dirigentes da Deso e cobra obras de esgotamento sanitário


O prefeito de Propriá, José Américo Lima, a vice-prefeita, Josilene Lima (Ninha da Feira) e o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano (SEDURB), Marcos Graça, se reuniram no final da tarde de ontem, (26), com o presidente da Companhia de Saneamento de Sergipe, (DESO), Sérgio Ferrari e com o supervisor técnico da empresa, Carlos Melo.

Os Gestores municipais foram cobrar do Estado melhorias no sistema de esgotamento sanitário do município, manutenção das estações elevatórias de tratamento e a viabilização da construção de uma adutora para abastecer o distrito industrial da cidade, que em breve, vai receber uma nova indústria. Como também, foram firmar uma parceria com a companhia para a implementação do esgotamento sanitário de diversas ruas que vão ser pavimentadas pela prefeitura, com recursos obtidos através de emendas parlamentares.

“No primeiro momento da reunião, com o presidente da companhia, Sérgio Ferrari, tivemos o pedido da construção da adutora negado, mas ele se comprometeu a dar manutenção nas estações elevatórias para amenizar o sofrimento da população que está com o esgoto correndo a céu-aberto em suas portas. Em seguida, Ferrari nos direcionou a uma conversa com o supervisor técnico, Carlos Melo e este se comprometeu a analisar o projeto de esgotamento sanitário da cidade, que deve ser executado pela empresa, para nos dar um parecer em uma nova reunião, que ainda será marcada”, afirmou Américo.

O prefeito destacou ainda que não está medindo esforços para resolver o problema do sistema de esgotamento sanitário da cidade e está disponibilizando tudo o que for necessário para os serviços. “Tivemos estas reuniões importantes e não vamos desistir. O nosso papel é cobrar, e isso estamos fazendo. Como também, disponibilizaremos tudo o que for necessário e o que estiver ao nosso alcance, para que a população não sofra com o problema do esgotamento sanitário”, ressaltou o prefeito.

“É importante frisar também que o problema das obras de esgotamento sanitário de Propriá se deu porque a empresa ganhadora da licitação teve problemas e todo o processo foi cancelado. Agora, a Deso tenta realizar nova licitação, que se arrasta por um longo período”, acrescentou o gestor.


Fonte: Ascom Propriá

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe