Prefeito de Penedo, vice e secretários ficam sem salários de janeiro


Secom/PMP
Reunião aconteceu nesta quarta-feira, 23, na sede do Poder Executivo
Em reunião ocorrida nesta quarta-feira, 23 de janeiro, no gabinete do Chefe do Executivo Penedense , o prefeito Marcius Beltrão (PDT), diante dos sucessivos débitos deixados pela gestão Toledo/Saldanha, que vieram à tona, e o confisco do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), resolveu pelo bem do servidor público, sacrificar os salários de todos que compõem o primeiro escalão do município.
A medida extrema tomada pelo prefeito da cidaderibeirinha, atinge o salário dele próprio, do vice e todos os secretários. Na ocasião, ficarão sem seus vencimentos referentes ao mês de janeiro, além do chefe do executivo e do vice, 11 secretários que compõem o primeiro escalão da prefeitura, além do Diretor-Presidente do Serviço Autônimo de Água e Esgoto (SAAE).
Segundo o prefeito Marcius Beltrão, o sacrifício é pelo bem do servidor. “Não podemos prejudicar o funcionalismo penedense, diante dos sucessivos débitos deixados pela gestão passada. O nosso servidor não pode sofrer com os erros dos outros. Reconheço que a cidade funciona com a contribuição deles. E como já havia garantido, apesar das dificuldades, eles não irão ficar sem salários”, explicou.

Marcius Beltrão em menos de um mês de mandato, encontrou um acúmulo de débitos que ultrapassam R$ 50 milhões. Valores referentes ao INSS, folhas salários e fornecedores em atraso.
por Redação com assessor

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe