Ulices Andrade e Luis Augusto Ribeiro podem ter que deixar o Tribunal de Contas

por NE NOTÍCIAS, da redação


O deputado Gilmar Carvalho (PR) determinou aos seus advogados que preparem açãojudicial pedindo a anulação da nomeação dos conselheiros Ulices Andrade e Luis Augusto Ribeiro para o Tribunal de Contas do Estado.

De acordo com o artigo 242 do regimento interno da Assembleia Legislativa, o deputado não pode votar em causa própria.

Ulices Andrade votou em si mesmo para o TCE e Luis Augusto teve o voto do próprio filho, o deputado Gustinho Ribeiro (PSD).

"A tese de Belivaldo Chagas é a de que eu não podia votar. Ora, fui diplomado pelo TRE suplente da coligação, e não suplente de uma deputada. Se sua tese for vitoriosa, ajuizarei as duas ações. Afinal, não sou filho de Suzana nem candidato a conselheiro do Tribunal de Contas", disse Gilmar.

Empréstimos

Sobre o pedido do governo para contrair empréstimos que somam R$ 727 milhões, Gilmar disse que a decisão do deputado Gilson Andrade (PTC) de pedir vista "também é minha, de todo o grupo".
Gilmar disse que a oposição resiste "a dar como garantia os salários dos servidores, ou seja, o FPE" e que ainda não sabe como é possível pagar mais de R$ 600 milhões de juros anualmente, reajustando salários de servidores e melhorando o desenvolvimento do Estado.

"Por outro lado, como o governo quer dialogar se seu secretário de Educação entra com Mandado de Segurança contra a Assembleia?", perguntou Gilmar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Sérgio Menezes Lucas faz aniversário