"Déda Tem Que Governar Sergupe e Não Alagoas Diz Deputado Petista de Alagoas"

Governador Marcelo Déda
As declarações feita pelo governador Marcelo Déda de que os deputados petistas de AL que votaram contra um pedido de empréstimo foi “irresponsável”, desagradou os parlamentares alagoanos.
 
Durante toda esta quinta-feira (22), os dois petistas, Ronaldo Medeiros e Judson Cabral, concederam entrevistas à imprensa sergipana explicando o motivo que os levaram a votar contra, porém a resposta mais dura veio no final da tarde, quando tomaram conhecimento das declarações de Marcelo Déda que os chamou de irresponsáveis.
 
O pedido de empréstimo que foi aprovado na assembleia legislativa do estado de Alagoas, acabou repercutindo em Sergipe. O pedido de empréstimo feito governador de Alagoas foi aprovado, porem com voto contrario dos deputados do Partido dos Trabalhadores.
 
Ao tomar conhecimento de que deputados petistas de Alagoas, haviam votado contra a aprovação do projeto, o governador Marcelo Déda (PT), disse que “os deputados que votaram contra o projeto foram irresponsáveis”, afirmou Déda em entrevista ao programa Liberdade News, na Liberdade FM.
 
Déda tem feito de tudo para aprovar o pedido de empréstimo de R$ 720 milhões, só que após o rompimento com o grupo liderado pelos irmãos Amorim, o governo passou a ter minoria na AL e com isso o projeto não chega ao plenário para ser votado.
 
Como em Sergipe os petistas querem a aprovação do empréstimo e no vizinho estado de Alagoas os deputados do PT se posicionaram contra, isso acabou irritando o governador que os classificou de irresponsáveis.
 
A resposta dos petistas alagoanos chegou no final da tarde, quando os deputados Ronaldo Medeiros e Judson Cabral, ambos do PT, classificaram as declarações do governador como “Déda cometeu um equivoco. A realidade de Sergipe é uma e de Alagoas é outra”, disse o deputado Judson aos radialistas Magna Santa e Jason Neto.
 
Para Ronaldo Cabral, “o governador tem que se preocupar em governar Sergipe. Ele é governador de Sergipe e não Alagoas. Eu contesto as declarações do governador porque sei que ele não conhece Alagoas, não sabe a nossa realidade. Não sou parlamentar para agradar governador”, comentou o deputado Ronaldo Cabral.
 
Os deputados explicam que Alagoas tem uma divida de R$ 7 bilhões e duzentos milhões e que com esse novo empréstimo, o estado ficará inviável a sua governabilidade.
 

Munir Darrage

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE