Bandidos explodem caixa e agência bancária no interior

Grampos espalhados nas ruas estouram pneus de viaturas da PM

Por: Infonet
(Foto: Arquivo Portal Infonet)
Moradores do município de Riachão do Dantas despertaram atordoados na madrugada desta terça-feira, 7, com o barulho das explosões que destruíram completamente a agência do Banco do Brasil e caixas eletrônicos do Bradesco na cidade.

Até os policiais militares de plantão no município ficaram impossibilitados de agir: antes de executar a explosão, os assaltantes espalharam grampos nas ruas próximas à Delegacia de Polícia e, assim que ouviram o barulho, os policiais se preparam para sair, mas não prosseguiram o roteiro porque pneus da viatura estouraram, facilitando a fuga dos marginais.

De acordo com os primeiros levantamentos da Polícia Militar, a ação aconteceu por volta das 3h da madrugada e demorou cerca de 15 minutos. As explosões ocorreram praticamente de forma simultânea, segundo observações do cabo Genilson, que estava de plantão na sede da 2ª Companhia do 7º Batalhão da PM em Tobias Barreto e fez parte da equipe que seguiu para Riachão para dar suporte ao agrupamento da PM que agiu, sem êxito, para tentar localizar suspeitos na região.

De acordo com o cabo Genilson, muitos moradores acordaram com o barulho das explosões, saíram das casas, mas foram dominados pelo grupo de assaltantes que estava fortemente armado, obrigando as pessoas a se recolherem. Equipes do município de Lagarto também foram mobilizadas, mas os policiais só encontraram um Cross Fox incendiado, abandonado numa estrada entre o povoado Tanque Novo e a sede do município de Riachão do Dantas.

O veículo estava completamente destruído e a placa ainda não foi identificada. Há suspeita que havia pelo menos dez marginais, que utilizaram mais de um veículo para praticar a ação e empreender fuga.

Os policiais ainda realizaram diligências na região, mas não identificaram pistas que levem aos criminosos. No município, os moradores estão em pânico com a falta de segurança. Há informações que o número de policiais que se encontravam de plantão na Delegacia local seria inferior ao número de marginais que executaram a ação.

Ainda não foi feito levantamento do montante roubado dois dois bancos. A ação foi semelhante a que ocorreu em junho deste ano em Boquim.

Por Cássia Santana

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE