Operação Divisa Segura: Em Salvador, Polícias do Brasil discutem o combate a roubo de cargas


Representantes das polícias de todo o Nordeste, da Polícia Federal e de empresários, associações e sindicatos ligados ao transportes de cargas participam nesta quinta-feira, dia 9, no auditório de um hotel do bairro Rio Vermelho, na Orla de Salvador (BA), do 7º Fórum Nacional de Segurança no Transportes de Cargas. A reunião é autônoma ao encontro mensal da Operação Divisa Segura promovida pelo Conselho de Segurança do Nordeste. Entretanto, os representantes das polícias dos nove Estados da região são participantes ativos do evento, que tem como objetivo primordial traçar um raio x sobre os crimes de roubo de carga no Brasil e apresentar as reações institucionais ao problema, que afetam sobremaneira o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. 
De acordo com o coordenador técnico do fórum e assessor técnico de segurança da NTC&Logística, coronel Paulo Roberto de Souza, os roubos de carga têm aumentado nos Estados mais ricos da Nação, particularmente no Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Segundo o oficial, somente no RJ e SP ocorrem 77% desses crimes. O sudeste como um 
todo representa 81% dos roubos. 7,6% dos crimes ocorrem no Nordeste. 

“O foco dos roubos no RJ e SP não é à toa. Lá ficam os dois polos da riqueza nacional. São as duas unidades da federação onde mais se produz e consome no Brasil. Somente em São Paulo circulam 70 mil caminhões por dia a fim de abastecer shoppings, supermercados, lojas etc.”, explicou o coronel Paulo Roberto. O oficial enfatizou que 96% dos roubos são praticados com auxílio de arma de fogo. Ele ressaltou que atualmente os bandidos levam a carga e o caminhão, mas a boa notícia é que a polícia consegue recuperar 78% dos veículos. O coronel explicou que a União está reagindo ao problema, pois está sendo pressionada pelos prejuízos causados ao PIB da Nação. Somente em 2011 os ladrões levaram R$ 911 milhões em mercadorias.

Ações Institucionais

Pelos levantamentos da NTC&Logística, as reações institucionais ao crime organizado vem de duas frentes: Poder Executivo (administrativos) e pelo Poder Legislativo (criação de leis mais duras). O oficial cita a regulamentação da Lei 9.683/2012 editada há exatos 30 dias. A lei estabelece a perdas de bens das quadrilhas organizadas e cria outras sanções mais rígidas. Há ainda alguns projetos de lei que estão em análise no Congresso Nacional. “Destacamos os PL 023/2011 e PL 617/2011, além de ações bem sucedidas em São Paulo e no Rio de Janeiro, que servem de exemplo para outras unidades da federação”, destacou.

Em Sergipe 
Conforme dados estatísticos do Comando do Policiamento Militar do Interior (CPMI) da Polícia Militar apresentados à imprensa na última segunda-feira, 7, foram abordados no primeiro semestre de 2012 mais de cinco mil condutores de veículos, sendo que 90% deles sem CNH. Outro fato marcante foi apreensão de um caminhão com uma carga de eletroeletrônico avaliada em mais de R$ 500 mil. “Estamos vendo neste fórum que o crime de roubo de cargas não é um crime estadual. Ele é um crime federal. No entanto, as polícias estaduais tem o dever de combater qualquer tipo de crime. Além dessa carga apreendida no município de Tobias Barreto, conseguimos, por meio da Operação Divisa Segura, recuperar 10 veículos, apreender 23 armas de fogo e cerca de 60 mil comprimidos de estimulação sexual”, destacou o comandante do CPMI, coronel José Andrade Filho. Na segunda parte da reunião, que ocorrerá na tarde desta quinta-feira, os representantes das polícias do Nordeste vão destacar como está sendo feito o combate a esta modalidade criminosa em seus respectivos Estados. Além do coronel Andrade, representam a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe o coordenador das Delegacias do Interior, delegado Jonatha Evangelista, o designer Jenilson Gomes (responsável pela criação do site da Divisa Segura), o diretor do Departamento de Armas e Explosivos, Danilo Goulart, e jornalistas da Assessoria de Comunicação da SSP.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE