Quadrilha desarticulada em Arapiraca atuava em vários estados do Nordeste


Criminosos são especializados em roubos a
bancos e agiam desde 1997
A Polícia Civil apresentou nesta quarta-feira, 11 de julho, a quadrilha especializada em roubos a bancos, presa durante operação realizada na cidade de Arapiraca, localizada na região do Agreste alagoano. O bando atuava em Alagoas e diversos estados do Nordeste desde o ano de 1997. Os criminosos estão sendo apontados como os responsáveis por pelo menos seis assaltos praticados contra agências do Banco do Brasil, somente neste ano.

O trabalho de investigação que durou cerca de dois meses levantou que, somente em Alagoas a quadrilha praticou roubo contra agências bancárias nas cidades de Igaci, Campo Alegre, Junqueiro, Batalha, Mata Grande e Pilar. Há indícios de que alguns de seus integrantes também praticaram roubos no estado de São Paulo.
O grupo era comandado por José Nilton dos Santos, 44 anos, conhecido por “Maguila”, que já esteve preso no Maranhão também por roubos a bancos. Além dele, foram presos: Marcos Balbino da Silva, 30; Leilson de Almeida Santos, 30; Agnaldo Pereira dos Santos, 36, conhecido por “Caju”; Michael Gonçalves de Lima, 22; Salatiel dos Santos Soares, 25 – o “Tarrá”; Maxwel Araújo da Silva, 27, e Maxsuel Gonçalves de Lima, 32 anos.
Três veículos – dois Fiestas e uma caminhoneta S-10 – foram apreendidos com a quadrilha. Os policiais também apreenderam dois cilindros e um botijão de gás que acionavam maçaricos usados para arrombar caixas eletrônicos nos bancos, pé-de-cabra, martelos, celulares e joias.
Material apreendido com a quadrilha
Foram apreendidas ainda três pistolas, carregador, munição, facão, bala-clava, coletes à prova de bala e dinheiro (cerca de R$ 3 mil).
“Em menos de uma semana, já conseguimos realizar 31 prisões durante nossas operações. Mas, queremos destacar que o que pretendemos é fazer prisões de qualidade – com especial atenção para crimes de homicídios e de organizações criminosas, a exemplo desta que estamos apresentando”, disse o delegado-geral Paulo Cerqueira, acrescentando que “com isso vamos trazer paz e tranquilidade aos alagoanos”.
A delegada Ana Luíza Nogueira ressaltou que o trabalho de inteligência foi fundamental para a desarticulação da quadrilha que apresentava alto grau de organização e de periculosidade. Ela acrescentou que as investigações prosseguirão e que outros integrantes do grupo criminoso deverão ser presos.
 
por Redação com Ascom/PC-AL

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE