Jornalista da Veja fala sobre o drama das mulheres de Sergipe

por LAURO JARDIM, Veja.com

Um relatório encaminhado pelo Governo do Sergipe à CPI mista da Violência Contra a Mulher traduz em números as atrocidades vividas pelas sergipanas. Estruturados em diferentes fontes de registro (médicos e policiais), os dados revelam que o estupro representa o maior perigo enfrentado pelas mulheres. Das 408 notificações de violência registradas entre 2009 e 2011 no Sergipe, 211 estavam relacionadas a estupro.
Entre 2006 e 2010, o estado registrou a internação hospitalar de 76 mulheres vítimas de agressão. Em 22 ocorrências, as vítimas foram feridas com objetos cortantes ou penetrantes. Em outros dezenove casos, o ferimento foi provocado por arma de fogo. Nesse mesmo período, 180 mulheres morreram no Sergipe em decorrência de agressões causadas por arma de fogo (78 casos), por objetos cortantes (62) e, acredite, por enforcamento (dez ocorrências).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE