Polícia conclui flagrante de abuso sexual contra criança


Garoto vítima fez exames no IML nesta quarta-feira
Polícia conclui inquérito (Foto: Arquivo Infonet)
A Delegacia de Polícia da Barra dos Coqueiros já concluiu o inquérito policial que investigou o acusado Cosme da Conceição de Jesus, 40, por estupro de vulnerável. Ele foi autuado em flagrante naquela cidade, na terça-feira, 22, acusado por abusar sexualmente de um garoto de apenas quatro anos de idade.
No inquérito, foram ouvidas seis pessoas: os policiais que conduziram o suspeito até a Delegacia de Polícia, os pais do garoto vítima e ainda duas pessoas que se apresentam como parentes do acusado. Réu confesso, Cosme da Conceição revela que também teria cometido o mesmo tipo de violência contra outras crianças e adolescentes na cidade.


Os autos estão sendo encaminhados ao Poder Judiciário sem o laudo pericial a ser fornecido pelo Instituto Médico Legal (IML), onde a vítima foi submetida a exames nesta quarta-feira, 23. Não há previsão de conclusão do laudo, mas o inquérito pode ser protocolado no fórum e o laudo anexado posteriormente, assim que for encaminhado pelo IML à autoridade policial do município da Barra dos Coqueiros.

Valdir Feitosa: apelo às denúncias (Foto: Portal Infonet)
Na comunidade, o clima é de revolta. “É uma coisa bárbara, cometida por um ser humano que está sem Deus”, desabafa Evanilde Rodrigues, mãe de duas crianças – uma com seis anos e a mais nova com apenas um ano e quatro meses de idade. “São pessoas que precisam de Deus no coração e não é só da boca pra fora, não. É de se buscar mesmo. É um absurdo”, ressaltou.

Iranilda Vieira nem sabe como expressar a revolta, mas revela ter reagido com tristeza e medo. “Vejo pai fazendo coisas com os próprios filhos e eu tenho muito medo”, disse. “Tenho um filho de oito anos que mora com a avó e eu vou todos os dias visitar e tenho uma filha de dois anos e três meses que mora comigo e eu não deixo minha filha com ninguém. Até quando vou pra uma festinha, eu levo minha filha comigo. Deus me livre de deixar ela sozinho, nem pra trabalhar”, comentou, orientando as mães a ter mais cuidado e atenção com as crianças.

Outros casos

Segundo a polícia, o acusado Cosme da Conceição foi autuado por estupro de vulnerável, com base no artigo 217 do Código Penal, que prevê pena de reclusão dentre oito a 15 anos. Mas ainda responderá a um outro inquérito policial, que já começa a ser instaurado na própria Delegacia de Polícia da Barra dos Coqueiros.

Quando preso, Cosme da Conceição confessou que teria cometido outros estupros, tendo como vítimas garotos com até 14 anos de idade. As vítimas ainda não foram identificadas. Um dos garotos que sofreu abuso sexual seria um sobrinho do acusado, mas ele não soube informar o nome de outras duas vítimas, mas apresentou as características físicas de cada uma.

O Conselho Tutelar da cidade está acompanhando as investigações da polícia. Nesta quarta-feira, 23, conselheiros acompanharam a família do garoto de quatro anos no IML onde a vítima foi submetida a exames específicos. O conselheiro Valdir Feitosa pede ajuda à comunidade para que a polícia possa identificar outras vítimas.

De acordo com estatística do Conselho Tutelar, só no ano passado foram registrados 15 casos de abuso sexual tendo crianças e adolescentes como vítimas. Mas, o conselheiro Valdir Feitosa acredita que o número de casos seja bem maior.


As pessoas podem denunciar casos suspeitos por meio do telefone do Conselho Tutelar da cidade – (79) 3262 – 1047. A identidade dos denunciantes será preservada.
Por Cássia Santana


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE