Papati & Patata Generico


A Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do Destacmento Policial Militar do município de Nossa Senhora das Dores, conduziu a dupla cover do Patati e Patatá à Delegacia da cidade de Propriá, depois de show realizado no ginásio de esportes de Dores, na noite do domingo, 20. A ação foi desencadeada após um representante do escritório de advocacia que assessora a dupla original comparecer à unidade policial denunciando o uso indevido da marca Patati e Patatá, já detentora de sucesso nacional.


Diante do fato, a guarnição comandada pelo sargento Ronalço foi ao ginásio e, para evitar transtornos entre o público, esperou o show acabar e abordou a dupla, identificada como Josival Gomes de Oliveira, o Jô Gomes, de 49 anos, e Paulo pm2André Santos Tenório, de 19 anos. Os artistas, originários da cidade alagoana de Arapiraca, foram convidados a prestar esclarecimentos na unidade da Polícia Civil, onde afirmaram que o trabalho não tinha como foco principal o dinheiro, já que em Alagoas realizavam ações beneficentes em hospitais e demais instituições.

Após a confecção do Boletim de Ocorrência Policial, o delegado de Propriá liberou os artistas, que retornaram a Arapiraca. O caso será investigado pela Polícia Civil sergipana, que averiguará o uso da marca Patati e Patatá por parte de Josival e Paulo. A ocorrência foi atendida pela guarnição formada pelo sargento Ronalço, os cabos, Luiz Carlos e Jailton e o soldado Jailton.

Radialista e estudante

De acordo com os policiais, Jô Gomes apresentou uma carteira de radialista emitida pelo Sindicato dos Radialistas de  Alagoas, como  locutor, apresentador e animador, e a carteira do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do estado de Alagoas. Já André, afirmou ser estudante do terceiro ano do ensino médio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE