O que podemos fazer para recuperar e proteger o Baixo São Francisco?


Fernando Vinícius - arquivo aquiacontece.com.br
O que podemos fazer para salvar o Baixo São Francisco?
O que ainda podemos fazer para recuperar, proteger e preservar o patrimônio natural e histórico encontrado na região do Baixo São Francisco? O que restou nas cidades alagoanas e sergipanas banhadas pelo rio São Francisco no trecho entre a Hidrelétrica de Paulo Afonso-BA e o encontro entre o rio e mar? É possível promover alguma melhoria e como isso pode ser feito? De quem é a responsabilidade por tais ações?

As respostas a esses questionamentos estarão em debate durante o Seminário Baixo São Francisco – Paisagem e Patrimônio Natural, evento que acontecerá em Penedo nos dias 16 e 17 de maio. O foco das discussões está relacionado com as modificações mais impactantes registradas no “derradeiro trecho do Velho Chico entre Alagoas e Sergipe” nos últimos 40 anos, segundo divulgação feita pela Canoa de Tolda, uma das entidades organizadoras do seminário.
União entre instituições
A busca por soluções para questões urgentes uniu a Sociedade Socioambiental do Baixo São Francisco Canoa de Tolda, instituição com sedes em Piaçabuçu-AL e Brejo Grande-SE; o IPHAN, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional; a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), através da Câmara Consultora Regional do Baixo, representante do comitê para Alagoas e Sergipe.
O seminário a ser realizado em prédio da Ufal em Penedo, na antiga Escola de Pesca à margem do Velho Chico ou no sobrado restaurado situado no Centro Histórico, próximo à catedral diocesana, tratará de temas como a transformação da paisagem e a degradação do patrimônio natural, sua importância e seus impactos na vida das pessoas da região, inclusive seu valor afetivo; e experiências em outras regiões do Brasil de valorização e preservação da paisagem.
Políticas públicas
Outros aspectos também constam na pauta do evento, como por exemplo políticas públicas nacionais voltadas para a proteção, preservação e recuperação do patrimônio cultural vinculado à paisagem; questões e instrumentos legais do direito coletivo de acesso e garantia de preservação de patrimônios naturais e discussões para o estabelecimento de ações de participação coletiva na preservação do patrimônio cultural do Baixo São Francisco.
A inscrição para seminário pode ser feita através do e-mail canoadetolda@canoadetolda.org.br, com a referencia inscrição no seminário ou por telefone (79) 3366 1246, contato durante horário comercial, fornecendo nome, atividade/profissão, instituição, cidade, estado, endereço eletrônico e telefones para contato.
Mais informações poderão ser obtidas em www.canoadetolda.org.br As vagas são limitadas e deverão ser confirmadas pelos inscritos até o dia 14 de maio, segundo a organização do evento. Participe! 
por Fernando Vinícius com Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE