Samuel: Garibalde perguntou idade de Angélica e governo preparava “caldeirão do diabo” para os Amorim


O polêmico tema da antecipação da eleição da Mesa Diretora da Assembléia Legislativa voltou ao debate, ontem, 29, durante entrevista do deputado Samuel Barreto (PSL) ao Programa Comércio em Debate na web Rádio Comércio (radiocomercio.com.br). Além deste assunto, o parlamentar abordou a indicação do novo conselheiro ao Tribunal de Contas e revelou, com exclusividade, o real interesse do governo em saber a idade da deputada Angélica Guimarães.

Na entrevista a emissora web, Samuel Barreto criticou a atual forma de indicação de conselheiro ao Tribunal de Contas, assim como a indicação de desembargadores e ministros de tribunais superiores. Ele defendeu a realização de um movimento nacional para forçar o Congresso Nacional a promover mudanças na legislação. “Eu vou aproveitar que o presidente nacional esta aqui para a gente fazer um movimento nacional e acabar com indicação para o Tribunal de Contas. O Tribunal de Contas poderia ser concurso para auditor e o auditor chegar a conselheiro. Como é no Ministério Público. E vamos acabar também na Justiça. O cara entra como juiz e chega a desembargador e acabava com desembargador de fora. Como o estado não pode fazer, então vamos fazer um movimento nacional”, proclamou.

Na entrevista concedida ao jornalista Paulo Sousa e ao radialista Robson Santana, capitão Samuel foi questionado sobre a declaração da deputada Conceição Vieira, que afirmou ser lero, lero a informação de deputados da bancada dos Amorim, de que o governo teria pesquisado a idade da presidente da Assembléia Legislativa, Angélica Guimarães. O parlamentar confirmou a informação de outros parlamentares, entre eles Gilmar Carvalho, e revelou, com exclusividade, que o deputado Garibalde Mendonça (PMDB) teria o procurado para saber a idade da presidente. “Um furo de reportagem aqui agora. Eu sou testemunha. Garibalde perguntou para mim no dia qual era a idade de Angélica. O deputado perguntou para mim. E parece que o que estava sendo proposto no palácio era Garibalde presidente, no dia da eleição. Mas já que ela falou disso, deixe eu falar. Garibalde perguntou: rapaz Angélica tem quantos anos? E eu disse: rapaz eu não sei não. Não preciso nem falar em telefonema. Todo mundo sabia de tudo”, declarou.

O deputado militar criticou a postura do governo no processo e afirmou que o grupo liderado pelo governador Marcelo Déda preparava uma espécie de “caldeirão do diabo” para os deputados ligados aos irmãos Amorim. “Agora o que se percebe é que a postura do governador era o que? Vamos jogar essa eleição para depois da eleição municipal, por que ai eu boto Conceição como presidente, vou pra cima do grupo Amorim, toro, tiro Angélica, tiro o PSC, tiro tudo. Na verdade o que eu percebo, nessa tentativa de fazer traição, é que realmente estavam preparando um caldeirão do diabo pra gente sentar em cima”, afirmou.

Citando Garibalde Mendonça, Suzana Azevedo e Belivaldo Chagas como postulantes a uma vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, o deputado reconheceu que o governo pode confirmar a indicação de Belivaldo, caso faça maioria na casa legislativa até o prazo final de inscrição. 


Fonte: Ne Noticias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE