Técnicos da Semarh e Adema são treinados para utilizar imagens de satélite


O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Genival Nunes, recebeu do Ministério do Meio Ambiente (MMA) um banco de imagens de satélite (Rapideye) do Estado de Sergipe. As imagens adquiridas servirão para subsidiar o processo de formação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) que será operacionalizado em Sergipe.  

Segundo o secretário, cada cadastro de imóvel rural que for efetuado irá compor o Sistema de Cadastro Ambiental Rural, que consiste em um registro público eletrônico de âmbito nacional dos imóveis rurais, integrado aos estados federados visando consolidar um banco de dados integrativo das informações ambientais de propriedades e posses rurais via georreferenciamento.

Explica que o CAR é um instrumento de controle, monitoramento, planejamento ambiental e combate ao desmatamento voltado especialmente para mapear em imóveis rurais as áreas de reserva legal, áreas de preservação permanente, áreas remanescentes de vegetação nativa, áreas de uso restrito e áreas consolidadas. “Somado à Sergipe a ação do MMA, que prevê a regularização ambiental de 5,2 milhões de imóveis rurais em todo o país”, revela Genival.

Durante dois dias, 20 e 21 deste mês, os técnicos de órgãos ambientais do Brasil receberam treinamento para o uso das imagens de satélite. O treinamento ocorreu em Brasília, na sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Sergipe

A capacitação foi dividida em duas turmas. A primeira, formada por representantes do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Distrito Federal. Já a segunda turma, onde esteve inserida o Estado de Sergipe, foi formada pelos restantes dos demais estados que engloba o Brasil: Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Uso

Técnicos desses Estados receberam treinamento do Programa Mais Ambiente e estão no preparo da implantação do sistema Estado. De Sergipe, participaram do treinamento o técnico Elisio Marinho, da Semarh, e Valdelice Barreto, representante da Adema.
De acordo com a técnica ambiental, Valdelice Santana, o mapeamento vem facilitar  o trabalho dos órgãos de fiscalização nos programas de prevenção e controle do desmatamento na área de Amazônia Legal e em todo o pais, além de dá celeridade do processo.
 “Por sua importância e implantação, o treinamento se torna necessário para utilização qualitativa do uso desse recurso. Uma vantagem de tudo isso é a agilidade e desburocratização no que concerne os procedimento de averbação de reservas e recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APP)”, afirmou a técnica, que explicou ainda que os técnicos do Ministério do Meio Ambiente também orientaram os participantes sobre  às restrições de uso das imagens e outros aspectos técnicos.  

Ascom Semarh

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe