Sargento da Polícia Militar mata companheiro de farda após briga em bar


Tribuna União
O sargento da Polícia Militar, Manoel Alves Ferreira Junior, não resistiu ao pós-operatório e faleceu no HGE
O que deveria ser uma noite de festa, quando amigos se reúnem para brincar em um bar, depois de uma longa semana de trabalho, acabou em crime. Mas, desta vez, o homicídio aconteceu entre aqueles que combatem a violência. O crime foi registrado na cidade de Santana do Mundaú, região da Zona da mata alagoana, distante 110 Km de Maceió. O ocorreu nesta sexta-feira (23), por volta das 13h50min.
Segundo as informações policiais, tudo começou no interior do ‘Bar do Tonho’, quando o sargento reformado da Polícia Militar de Alagoas, Diógenes Batista de Lima, após discutir com o também sargento da Polícia Militar, Manoel Alves Ferreira Junior, conhecido como ‘Sargento Junior’, 45 anos, sacou seu revólver e desferiu um único disparo, atingindo o abdome da vítima.
O sargento Júnior foi socorrido e encaminhado para o Hospital Geral do Estado, onde foi submetido à cirurgia e ficou em observação. E na madrugada deste sábado, por volta das 4h30min, o militar não resistiu ao pós-operatório e faleceu.
Manoel Alves Ferreira Junior, 45 anos, é filho do ex-prefeito (falecido) de Santana do Mundaú e irmão da ex-vereadora do município, Terezinha Ferreira. O militar era casado e deixa dois filhos, entre eles, a mais nova que tinha acabado ser aprovada em um vestibular da capital alagoana para cursar enfermagem

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe