Corpo encontrado em Neópolis pode ser de pescador de Penedo que desapareceu no natal


O corpo que foi encontrado no final da tarde deste domingo, 20, as margens do Rio São Francisco, no trecho próximo ao Vila Nova Clube, em Neópolis-SE, pode ser do pescador Agenor José da Silva, o Geno, de 53 anos, que saiu de Penedo para pescar na companhia de um amigo no dia 25 de dezembro e desapareceu.
A esposa do pescador conversou na manhã desta segunda-feira, 21, com a redação do portal de notícias aquiacontece.com.br e contou que mesmo o corpo estando em avançado estado de decomposição, conseguiu fazer o reconhecimento através das roupas que usava.
“As roupas que o corpo estava são idênticas as que o meu marido vestia quando sumiu. O relógio também era do mesmo que ele tinha. Por isso não tenho dúvidas que é ele”, declarou Valdete da Silva.
Ainda segundo a companheira do pescador, filhos do casal já se dirigiram ao Instituto Médico Legal de Aracaju para a adoção das medidas cabíveis. Caso fique comprovado que o corpo é mesmo de Agenor José, o cadáver deverá ser liberado para sepultamento. 
O pescador residia no bairro Santo Antônio, conhecido como “Barro Vermelho”, em Penedo. O jovem que acompanhou Agenor durante a pescaria contou que o barco em que a dupla estava virou e o pescador não conseguiu nadar até as margens do rio. O 'acidente' foi registrado no trecho próximo ao município sergipano de Santana do São Francisco.
 
por Redação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe