Câmara de Santana do Ipanema pode ter desviado mais de R$ 1 milhão


Alagoas24horas
Promotor Luís Tenório, afirma que o desvio pode chegar a R$ 1 milhão
Primeiro foi a vez da Câmara de Vereadores de Rio Largo, cidade que fica na região metropolitana de Maceió, onde, onze legisladores foram acusados pelo Ministério Público estadual (MPE) de desviar a verba de gabinete. Na denúncia, os envolvidos teriam fraudado contrato de licitações de veículos. Prejuízo aos cofres públicos de mais de R$ 900 mil. Desta vez, quem passa por investigação é a Câmara de Vereadores de Santana, sertão alagoano.
Atendendo o mandato expedido pela 17ª Vara Criminal da Capital, o Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), juntamente com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) realizou busca e apreensão na Câmara de Vereadores da cidade, com o objetivo de comprovar as irregularidades no uso da verba de gabinete.
Na operação, foram apreendidos processos de pagamentos efetuados no período de 2011 à 2012, nenhum deles com comprovam processos de licitação. De acordo com o promotor Luís Tenório, o desvio pode chegar a cerce de R$ 1 milhão.
Compra de combustíveis
As investigações começaram em 2011, com o propósito de apurar supostos atos ilícitos com a compra de combustível. A auditoria foi realizada pelo Ministério Público Estadual (MPE), onde foram encontrados vários indícios de fraude.

por Redação Aquiacontece

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE