SERGIPE RECEBE R$378 MIL PRA LABORATÓRIOS


Com a medida, inserida no programa Brasil Sorridente, o estado passa a ter sete Laboratórios Regionais de Prótese Dentária

O estado de Sergipe vai receber do Ministério da Saúde R$ 378 mil para a implementação de Laboratórios Regionais de Prótese Dentária (LRPD) nos municípios de Pacatuba, Propriá e São Cristóvão. Com essa medida, inserida no programa Brasil Sorridente, Sergipe passa a ter sete LRPDs.


A medida foi anunciada nesta quinta-feira (1º), em Brasília (DF), pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Durante cerimônia de ampliação do Brasil Sorridente e expansão das ações de saúde bucal, o ministro assinou portaria destinando R$ 7,4 milhões para ampliar a produção de próteses dentárias nos LRPDs. Este montante beneficiará 94 municípios em 18 estados.

Os Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) de oito municípios no estado do Sergipe passam integrar a Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência do Ministério da Saúde e, juntos, receberão recursos adicionais de R$ 20,9 mil, além dos custeios mensais que já recebem, de acordo com o tipo de centro implantado. Estes CEOs terão metas específicas de atendimento a pessoas com deficiência, além de atuarem como referência e apoio para os demais profissionais da rede de saúde bucal que fizerem atendimento a este público.

Presente em 90% dos municípios brasileiros, o Programa Brasil Sorridente, criado em 2004, já aumentou em 15 vezes a quantidade de atendimentos à população: de 10 milhões para 150 milhões de consultas por ano. Atualmente, há 915 Centros de Especialidades Odontológicas distribuídas em 758 municípios brasileiros. Com a assinatura da nova portaria, o Brasil passará a ter 1.398 municípios com LRPD, um investimento anual do Ministério da Saúde de R$ 111,5 milhões.

PROGRAMA - Brasil Sorridente faz parte da Política Nacional de Saúde Bucal e prevê uma série de medidas para facilitar e ampliar o acesso da população ao tratamento odontológico gratuito por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre as medidas do programa destacam-se as ações de promoção e prevenção, com viabilização da adição de flúor nas estações de tratamento de águas de abastecimento público; a reorganização da Atenção Básica em saúde bucal, principalmente com a implantação das Equipes de Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família; a ampliação e qualificação da Atenção Especializada, especialmente com a implantação dos CEOs, e a reabilitação protética, por meio dos LRPDs.

Por Cristina Gumiero, da Agência Saúde – Ascom/MS

Comentários

Anônimo disse…
Mais uma conquista e grande oportunidade para Propria continuar a crescer. =)
Erasmo

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Sérgio Menezes Lucas faz aniversário