Dor e revolta marcam sepultamento de adolescente morta em Porto Real do Colégio


De Melo - Cortesiontea
Dor e revolta marcaram o sepultamento da adolescente Clécia Santos de Alcântara, de 17 anos, morta a tiros na frente da mãe e da irmã na madrugada desta quarta-feira (07), dentro de sua própria casa, localizada no Centro da cidade de Porto Real do Colégio.

O corpo da jovem foi velado durante toda a noite por amigos e familiares que não escondiam as lágrimas de dor pela trágica morte de Clécia Santos. Na manhã desta quinta-feira, 08 de outubro, o cortejo fúnebre seguiu para o Povoado Entrada, zona rural do município, onde o corpo da adolescente foi sepultado.
O Crime
O crime que vitimou a adolescente chocou a população de Porto Real do Colégio e toda a região. As primeiras informações davam conta de que três elementos armados haviam invadido a casa da vítima pela porta dos fundos e anunciado um assalto. Informados de que não havia dinheiro com mãe ou filhas, um dos bandidos atirou a queima roupa contra uma das meninas que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Investigação
Logo após o homicídio a Polícia Militar esteve na cena do crime e lamentou que tamanha crueldade tivesse acontecido com uma inocente de apenas 17 anos. Logo após o fatídico acontecimento, a equipe do Capitão Givago, comandante da 3ª Companhia, realizou uma série de buscas pela região, mas infelizmente não logrou êxito na captura de nenhum suspeito.
As investigações que devem levar em breve à prisão dos bandidos que participaram da ação criminosa está sendo coordenada pelo delegado Thomaz Acioly que preside o inquérito policial.
Fonte: Aqui acontece

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE