Alemão deseja produzir energia solar em SE


O empresário alemão na Secretaria da Indústria
O empresário alemão na Secretaria da Indústria

Clique nas imagens para ampliar
Sergipe recebeu a visita do engenheiro alemão Johannes Schrüfer, consultor solar Power Systems, através da empresa alemã IATech. Ao recebê-lo, o secretário do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Saumíneo Nascimento, apresentou as oportunidades do estado para a realização de investimentos no setor industrial.

A visita de Johannes Schrüfer foi uma resposta a participação do governador Marcelo Déda (PT) e do secretário Saumíneo, em julho deste ano, no 30º Encontro Econômico Brasil-Alemanha, onde buscou disseminar as potencialidades sergipanas e atrair novas parcerias.

"Temos uma boa perspectiva com a visita de Johannes Schrüfer, pois de acordo com o que dialogamos, a impressão sobre Sergipe foi muito boa e agora iremos depender das análises técnicas dos alemães para que tenhamos mais um investimento estrangeiro direto em Sergipe e, dentro de uma lógica de acompanhamento do desenvolvimento econômico estadual", afirma Saumíneo.

Johannes Schrüfer esteve na Sedetec para apresentar os produtos desenvolvidos na Alemanha, a fim de viabilizar a instalação do projeto para captação de energia solar da empresa IATech em Sergipe. Participaram da reunião os dirigentes da Fapitec, Ricardo Santana e do SergipeTec, Marcos Wandyr, a diretora do Departamento Técnico da Sedetec, Sudanês Pereira, o assessor do secretário, Célio Martins e os professores da Universidade Tiradentes, Renan Figueiredo e Manuela Leite.

A companhia privada, que tem ligação com um instituto de pesquisas alemão e trabalha com a parte de engenharia, desenvolvimento de projetos, além da consultoria, quer iniciar processo de exploração comercial da energia solar em Sergipe. A ideia inicial é que a IATech faça um projeto pequeno, para a partir dos pesquisadores locais e após os estudos de viabilidade verificar a possibilidade de implantar o Instituto de Pesquisas Alemão em um dos prédios do SergipeTec com um protótipo do sistema desenvolvido pela empresa, para comercialização na área do Sertão, no Noroeste de Sergipe.
De acordo com o engenheiro, a IATech já tem um software desenvolvido para projetar torres solares, ferramenta que considera mais importante a fim de ter o controle da situação. "Não se trata de um sistema convencional de produção de energia solar, já que teremos uma capacidade muito maior de armazenamento e a produção de energia será em tempo integral. A nossa intenção é produzir para essa área daqui de Sergipe pra que seja usado no Brasil. O potencial solar dessa região, que chamamos de cinturão solar do mundo, é uma área equatorial muito boa", destacou Johannes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE