Déda não saiu da cadeira de prefeito. Até o desgaste dele Edvaldo assumiu


Juízo é de Venâncio Fonseca. "Até hoje Aracaju não sabe que você é prefeito. Acha que é Déda"

Ampliar Foto
Déda não saiu da cadeira de prefeito. Até o desgaste dele Edvaldo assumiu

Venâncio: o povo não sabe quem é Edvaldo

Por Joedson Telles

"Todo este tipo de ataque, querer desqualificar as pessoas é de quem falta argumentos. Aí, não. Useiro e vezeiro em enganar são vocês, que não cumprem o que prometeram em campanha. ‘Ah, Sergipe me conhece'. Faça uma pesquisa entre nos dois para ver quem é mais conhecido? Até hoje Aracaju não sabe que você é o prefeito. Acha que é Déda. Aliás, Déda não saiu da Prefeitura, da cadeira de prefeito ainda. Até o desgaste dele você assumiu, Edvaldo. Todo atrapalhado. Parece que quando eu citei o nome da Cosil, ele embolou as ideias na cabeça e se atrapalhou todo", disse o líder da oposição na Assembleia Legislativa, o deputado Venâncio Fonseca (PP), durante um debate travado com o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B), na manhã desta quarta-feira 5, na Rede Ilha.

Venâncio reagiu às palavras do prefeito Edvaldo Nogueira sobre um pronunciamento do próprio Venâncio, feito ontem na Alese, assegurando que donos de terrenos na Zona de Expansão, inclusive construtoras, questionaram a cobrança do IPTU por parte da Prefeitura de Aracaju, do mesmo modo que o candidato a vice-prefeito na chapa de João Alves, José Carlos Machado, fez e passou a ser acusado de querer dividir Aracaju pelos governistas. Venâncio observou que a Construtora Cosil é de propriedade da esposa do prefeito e agiu da mesma forma que Machado. "A Cosil quer dividir Aracaju? O prefeito quer dividir Aracaju, por baixo do pano?", chegou a indagar o deputado.

Edvaldo Nogueira, por sua vez, observou que através de uma ação movida por José Carlos Machado, questionando os limites de Aracaju para pagar o IPTU a São Cristóvão, o Judiciário extingui as ações da Prefeitura de Aracaju contra todos donos de terras na Zona de Expansão - inclusive da Cosil - que, a exemplo de Machado - também questionou a cobrança. Reconheceu a área como São Cristóvão."Quem quer enganar a população é Venâncio Fonseca, que é useiro e vezeiro em sofismas políticos. Zé Carlos Machado entrou com execução fiscal. E não recebemos outra ação. Tem ação de alíquota, mas não de São Cristóvão. Vamos separar as coisas. Sergipe me conhece. Se alguma pessoa ou construtora fez, vou fazer a mesma coisa que fiz com José Carlos Machado", prometeu. Edvaldo observou ainda que é prefeito de Aracaju eleito, inclusive, derrotando o candidato de Venâncio Fonseca.

Da redação Universo Político.com
Com informações da Ilha FM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe