"Minha margem de negociação é nenhuma", diz Déda sobre professores


Comitiva de dez deputados não mudará decisão do governador sobre reajuste do piso

Ampliar Foto

Por Raissa Cruz

O governador Marcelo Déda (PT) disse hoje, dia 13, que vai receber nesta terça-feira a comitiva de dez deputados que solicitaram audiência para discutir sobre o projeto de reajuste salarial para os professores apenas por respeito aos parlamentares. Déda declarou que não reabrirá negociação com o magistério e, neste caso, manterá somente a garantia do reajuste pela reposição da inflação do período, conforme descriminou no projeto enviado pelo Poder Executivo para votação na Assembleia Legislativa.

 "É isso que direi a todos os deputados que irei receber: a minha margem de negociação é nenhuma. Não porque eu não queria, mas porque eu não posso. Entre querer e poder muitas vezes existe uma distância muito grande", taxou ele.

O governador reconhece que é seu dever atender a comitiva de parlamentares, mas adiantou que não mudará de opinião. Déda argumenta ainda que os deputados não podem mudar aquilo que, segundo ele, é defendido por lei. "Não há como mudar o projeto que foi mudado, aquilo que foi legalmente aprovado. Até porque o Estado tem cumprido integralmente a lei do piso, e essa mesma lei não diz que o Estado é obrigado a pagar 22% de reajuste ao piso de uma categoria sem que a lei mande fazer isso", defendeu ele.

"Então mesmo que o Estado quisesse haveria impedimentos pela Lei de Responsabilidade Fiscal por parte da própria situação financeira do Estado. Então a condição que o Estado tem de reajuste foi aquela que nós protocolamos em projeto na Assembleia Legislativa. Não é o melhor, o ideal, mas não podemos fazer aquilo que está aquém das condições do caixa do Estado", disse o governador.

Da redação Universo Político.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE