"Nunca pensei em disputar o poder pelo poder. Disputo para servir ao meu povo"


João oficializa candidatura a prefeito de Aracaju, tendo Machado como vice e o apoio de Amorim

Por Joedson Telles
O ex-governador João Alves Filho (DEM) confirmou sua candidatura a prefeito de Aracaju, tendo o ex-deputado José Carlos Machado (PSDB) como seu vive e o apoio do grupo do senador Eduardo Amorim (PSC), por volta das 16h30, deste sábado 30, no Cotinguiba Esporte Clube. João Alves estava ao lado da senadora Maria do Carmo (DEM), e foi recepcionado por políticos e demais pessoas que prestigiaram a convenção do Democratas.
"Eu nunca pensei na minha vida, na minha trajetória disputar o poder pelo poder. Eu disputo o poder para servir ao meu povo. Este é o meu objetivo. Meditei bem, porque só faço as coisas analisando, estudando e, não pretendia voltar à Prefeitura, mas senti que a nossa querida Aracaju está vivendo um momento terrível. As pessoas que moram na Zona Sul não percebem muito isso. Mas, quando vão à periferia encontram um quadro lamentável", disse o ex-governador.

Lembrando que nasceu em Aracaju, disse que está apresentando seu nome à população por adorar a cidade. "Quero bem ao povo de Aracaju, e estou convencido de que nós poderemos, pela mercê de Deus, e a confiança do meu povo, transformar Aracaju em uma cidade das melhores qualidade de vida do país. Mas não de propaganda. De fato. Com índice de IDH comprovado", alfinetou.

Provocado sobre a aliança que fez com o grupo do senador Eduardo Amorim (PSC), poucas horas antes de oficializar sua candidatura, JoãoAlves observou que política é somação. "Evidentemente, em todos os grupos têm pessoas que concordam mais outras concordam menos (com as alianças feitas), mas, no fim, nós temos que nos somar. O objetivo (do DEM e do PSC) é comum. É podermos fazer uma obra realmente coletiva de interesse comunitário", explicou. Questionado se venceria já no primeiro turno, João disse que "depende da vontade de Deus e do povo".

Além dos integrantes do DEM e do PSDB, prestigiaram a solenidade, o senador Eduardo Amorim (PSC), o presidente do PTB, Edvan Amorim, a presidente da Assembleia Legislativa, deputada estadual Angélica Guimarães (PSC), os deputados federal Laércio Oliveira (PR) e André Moura (PSC) e os deputados estaduais Venâncio Fonseca (PP), Capitão Samuel (PSL) e Antônio dos Santos (PSC), entre outros políticos do bloco.

Da redação Universo Político.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Sérgio Menezes Lucas faz aniversário