'Aviãozinho' é apreendido em Porto Real do Colégio com grande quantidade de drogas


3ª Cia - 11º BPM/AL
Menor fui submetido aos procedimentos legais
Durante uma ronda de rotina em Porto Real do Colégio, policiais lotados na 3ª Cia/PM, apreenderam no Conjunto Santa Luzia, local conhecido como ‘Subaco da Cachorra’, o menor J.F.S, de 16 anos, que servia como aviãozinho (termo dado aos transportadores de drogas) na região do Baixo São Francisco. Com o menor infrator foram encontrados 39 charutos de maconha prontos para venda, 28 pedras de crack e 5 trouxinhas de cocaína, além de uma moto CG de cor preta e placa IAC 6527 da cidade de Neópolis. O detalhe para a moto é que as rodas do veículo foram pintadas de rosa.

Os policiais chegaram até o local da apreensão depois de receberem uma denúncia anônima relatando o comportamento suspeito do rapaz. Ao perceber a aproximação da guarnição, o menor não ofereceu resistência, informando apenas que sofria do coração e não podia sofrer fortes emoções. A todo momento ele afirmou que era maior, sendo revelada sua verdadeira idade somente quando chegou a delegacia.
Participação em assaltos
Espontaneamente J.F.S informou à polícia que participou há tempos atrás de um assalto bem sucedido a um posto de combustíveis da cidade ribeirinha. Foi constatado também ainda que o menor é acusado de ter assassinado um homem na localidade conhecida como Palmeira de Fora na cidade de Palmeira dos Índios, município onde residia até a prática criminosa.
Os pais do adolescente que são separados, mas ainda residem na cidade de Palmeira dos Índios confirmaram que o menor já passou por um período de internação em local destinado a ressocialização de menores. Após ser detido, J.F.S. foi encaminhado à Delegacia Regional de Penedo onde os procedimentos legais foram adotados.
Assassinato de policiais
Ao ser indagado sobre o trabalho que realizava e para quem trabalhava, o adolescente confirmou vários nomes que possivelmente são cabeças do tráfico na região do Baixo São Francisco, fazendo ainda uma revelação surpreendente aos policiais da 3ª companhia e também ao delegado.
De acordo com as informações, um plano estava sendo montado para executar dois policiais que o menor não soube dizer os nomes. A morte dos militares seria encomendada por um traficante do município sergipano de Propriá que teria dito a comparsas que os dois policiais estavam dificultando a vida dele e por isso teria que eliminá-los.
 
por Rafael Medeiros

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe