Ação conjunta das polícias de AL e SE desbarata quadrilha de assaltos a lotéricas


3ª Cia - 11º BPM/AL
Valores levados da lotérica de Proto Real do Colégio foram recuperados
Uma ação conjunta da Polícia Militar de Alagoas e Polícia Civil de Sergipe conseguiu desarticular uma quadrilha acusada de promover o arrombamento na madrugada desta quarta-feira, 23, da casa lotérica ‘Real Esperança’, sediada em Porto Real do Colégio. A prisão de quatro elementos em uma pousada localizada na cidade sergipana de Propriá, na tarde de ontem (23/05) foi possível depois que a polícia recebeu uma ligação anônima, revelando que quatro homens que estavam num veículo Siena de cor branca e placa MNY 2138-PB, levantava atitudes suspeitas.

Uma guarnição da 3ª Companhia de Polícia Militar, juntamente com o delegado de Porto Real do Colégio, Thomaz Acioly, contando com o apoio da delegacia de Propriá (SE), chegaram até o local onde os elementos estavam sem chamar a atenção e conseguiram prender Rafael Henrique Carneiro de Oliveira, Glauber Lemos dos Santos e Luiz Antonio Muniz Ferreira Júnior , vulgo ‘ninja’.
Com os elementos foram apreendidos R$ 742 reais em moedas, R$ 545 reais em cédulas, tesourão de corte tipo alicate, pe´de cabra, chaves ninchas, além de uma pistola calibre 380 com carregador e quinze munições intactas. De acordo com as informações policiais o elemento de apelido ‘ninja’, chamava a atenção pela habilidade de abrir cadeados, portas e até mesmo automóveis sem que o alarme do veículo disparasse.
Segundo o capitão Givago da 3ª Cia/PM, os elementos informaram no momento da prisão que eram naturais de Pernambuco e seguiam com destino a Salvador, na Bahia, onde participariam de um campeonato de surf. “Eles não ofereceram resistência alguma e não excitaram em confessar que tinham arrombado a casa lotérica de Porto Real do Colégio. É importante que aos empresários que sofreram arrombamentos recentemente em seus comércios possam entrar em contato com a polícia para que seja investigada a possibilidade de serem esses mesmos cidadãos os responsáveis”, declarou capitão Givago.
Ainda de acordo com a polícia, a quadrilha que é acusada também de praticar assaltos a bancos, viajava o nordeste com um mapa pontilhando, sendo locais onde existiam casas lotéricas e agências bancárias que possivelmente seriam alvo de ações criminosas. Os elementos foram encaminhados no primeiro momento para a delegacia de Própria para que o flagrante fosse lavrado, sendo posteriormente transferidos para Alagoas, onde responderão pelo crime cometido em Porto Real do Colégio.
 
por Rafael Medeiros

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe