Prefeito de Telha decreta situação de emergência

Os estragos provocados pelas chuvas torrenciais no pequeno município de Telha, localizado às margens do Rio São Francisco, levaram o prefeito Éris de Melo a decretar estado de calamidade pública na tarde de hoje (27). Há dois dias chove forte na região. O município já contabiliza perdas em torno de 1 milhão de reais.
Bares inundados De acordo com o chefe de gabinete da prefeitura de Telha, Ermano Mota Júnior, a situação é crítica. A estrada que liga os municípios de Telha e o povoado Bela Vista está interditada e a escola professor José Francisco Dias foi inundada. Na zona rural já há uma família desabrigada e várias em estado de alerta.
Comerciantes preocupados "Estamos preocupados por que a plantação de arroz e a criação de peixes são as principais fontes de renda da população do Baixo São Francisco. As pessoas estão desesperadas com tantas chuvas. Se continuar chovendo hoje à noite não sei o que será do nosso município",disse Júnior. O gestor explicou que a situação do município se agravou em decorrência das águas do Riacho do Jacaré que desaguou no Velho Chico, causando uma maior vazão no rio. Os 20 bares da praia da Adutora estão inundados e o comércio no local está parado. Decreto - Amanhã (28) a prefeitura de Telha assina o decreto de estado de emergência e encaminha a solicitação de ajuda à Secretaria de Inclusão Social. "Vamos pedir cestas básicas para as famílias do Projeto Propriá, que vivem da plantação do arroz e da criação de peixes. Eles tiveram seus lotes inundados e estão precisando de ajuda", informou o secretário. O projeto irrigado Propriá( que engloba os municípios de Propriá, Telha e Cedro de São João) foi iniciado em 1975 apenas com a rizicultura, mas agora muitos dos 247 produtos estão trabalhando em consórcio com a piscicultura.
(Foto:Sérgio Ferreira)
Fonte: Atalaia Agora

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE