Dr. José Rodrigues da Costa Dória

Filho legitimo do casal Gustavo Rodrigues da Costa Doria e Dona Maria da Soledade Costa Dória, o Dr.Rodrigues Dória nasceu nesta cidade, aos 25 de julho de 1857. Diplomou-se em medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia, em 16 de dezembro de 1882.Foi professor catedrático de Historia Natural Medica da referida faculdade. Fundada a faculdade Livre de Direito da Bahia. Ocupou a cadeira de Medicina Legal que exerceu até próximo a sua morte. Foi eleito deputado federal por Sergipe, cujo mandato viu renovado por 4 legislatura. Foi presidentes do Estado de Sergipe no triênio de 24 de outubro de 1908 a igual data de 1911, governo modelar de critério, honestidade e justiça. Homem de letras e portador de vastíssima cultura legou à mocidade estudiosa da sua Pátria grande cabedal cientifico numa fértil e abundante cópia de trabalhos publicados sobre vários assuntos, em torno dos quais a imprensa mundial! Bordou os mais justos e elevador conceitos. Faleceu em salvador, aos 14 de janeiro de 1938, tendo a sua morte aberto uma lacuna impreenchível.
2) Rodrigues Doria. Surgem em Propriá na segunda metade do século XVIII. O ancestral mais antigo é o cel. Antonio Rodrigues da Costa Doria. Dele era bisneto Rodrigues Doria - José Rodrigues da Costa Doria, que foi deputado federal e presidente de Sergipe, conhecido como Rodrigues Doria. Os Sampaio Doria de S. Paulo (Antonio de Sampaio)
“O que a imprensa verdadeiramente não tolera é a minha independência de caráter. Não adulo. Quero amigos, e não servos, tenho amigos, mas não superiores. Nunca traspuz o limiar da casa de um doente, em Sergipe, pensando em remuneração, indagando a que partido pertencia ou se tinha votos para me dar” Presidente José Rodrigues da Costa Dória,
“Jornal do Povo”, Aracaju, 13-12-1922

Presidente de Sergipe José Rodrigues da Costa Dória


Eleito em 30-7-1908, José Rodrigues da Costa Dória, e empossado em 24-10-1908 no mesmo ano em que foi instalados em Aracaju, os bondes puxados a burros. É um grande nome, esclarecido, independente, não patrocina ambições menores. Medico em Laranjeiras (1883/1885) deixa o interior para fazer faculdade de Medicina na Bahia, Professor da faculdade de Medicina (5-12-1885) e, igualmente, em Salvador , da Faculdade de Direito (17-3-1891) ele, em 1897 e deputado federal atuante, corajoso, mesmo com “estado de sitio” O melhor dos escritos de Rodrigues Dória é o que “traçou sobre a maconha em 1915, trabalho hoje clássico,
que assinala o ponto inicial das pesquisas brasileiras a respeito do assunto” segundo suas declarações ao jornal carioca A Noite, em 21-8-1935, foram os escravos que “nos trouxeram o,,vicio da maconha, participou em Washington. Do 2° congresso cientifico Pan-Americano quando trata dos fumadores de maconha, efeitos e males do vicio. Rodrigues Dória escreve ao
Jornal de Sergipe, de Aracaju – “ desde criança via fumar a erva em Própria” a excitação muita vez desperta a veia poética de alguns, outras vezes era causa de rixas, brigas, pancadaria, intervenção da policia” 4-9-1935. O Presidente José Rodrigues da Costa Dória determina que o tesouro, por falta absoluta de dinheiro e de credito, suspenda todo e qualquer pagamento, o
próprio Presidente não recebe, durante meses, a remuneração do cargo, este e um dos resultados da política de Olimpio Campos e seu incompetente irmão, o ex. Presidente Guilherme Campo. foi de Rodrigues Dória a idéia da construção da estrada de ferro
Própria/Timbó por sua influência como deputado federal foi ele quem instituiu o Serviço de Identificação Datiloscópica, torna efetiva a exigência de concurso no preenchimento dos cargos de magistério e do tesouro.

Ato do Presidente José Rodrigues da Costa Dória

A professora Isabel Giudice Lima, da Lagoa Vermelha (Boquim), que deseja, no ultimo período de gravidez, 90 dias de licença e exara o famoso despacho: “Concedo sem vencimento visto não constitui moléstia o estado Da suplicante nem situação independente da sua vontade”

O Presidente Rodrigues Dória não fecha os olhos e os ouvidos à criticas, não considera o
adversário como inimigo. Ele tem, contudo, inimigos passionais, intolerantes, coso de
Gilberto amado, deputado federal na eleição de 30-1-1915. Rodrigues Dória, Presidente
de Sergipe, nomeia Gilberto Amado para um lugar na Escola Normal mas, como ele vai morar
em Recife, o Governo suspende o pagamento dos vencimentos. Dois anos depois, Gilberto
Amado “requereu o pagamento dos vencimentos não recebidos”, mas o Presidente indeferiu a
petição

(Jornal do Povo, 17-4-1915)


Comentários

Carlos Ferreira disse…
Apresento meu modesto BLOG: www.carlosferreirajf.blogspot.com para visitas, críticas e sugestões.
Sua visita é sempre muito importante.
Nele você encontra:
- Notícias do futebol mineiro,
- As conquistas do FLUMINENSE,
- Informações sobre o rádio,
- Curiosidades.
Música de qualidade você tem aqui: www.radiomineira.com.br (Sistema Multimídia de Comunicação).
Ouça!!!
Estou de segunda/sábado, de 08/12 horas, no programa do Márcio Augusto, com o noticiário esportivo e fazendo Unidade Móvel, pela Rádio Energia FM, 96,7 (Juiz de Fora-MG), www.radioenergiajf.com.br.
Atenciosamente,
Carlos Alberto Fernandes Ferreira
- Radialista
- Técnico em Contabilidade
Juiz de Fora-MG
BLOG: www.carlosferreirajf.blogspot.com

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe