Prainha de Telha pode ser inundada

Hidrelétrica de Xingó terá suas comportas abertas a partir da próxima quinta-feira, 30

Usina Hidrelétrica de Xingó irá aumentar a sua vazão devido às
chuvas dos últimos dias. A usina irá ampliar a vazão (volume por unidade de tempo que se escoa) de 2.700 m³/s para 4 mil m³/s a partir desta quinta-feira, 30. A Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) informou que tal vazão poderá afetar algumas áreas banhadas pelo rio.
De acordo com o superintendente de Operação da Chesf, João Henrique Franklin, o vertimento é comum e está abaixo das restrições de limites do Rio São Francisco. “Isso não irá causar transtorno à população, pois é uma situação de inteira normalidade”, destaca o superintendente.
No Estado, os municípios atingidos pelo aumento do nível do rio são: Canindé do São Francisco, Propriá, Telha, Santana do São Francisco, Neópolis, Brejo Grande e Ilha das Flores e Pacatuba.

Entretanto, João Henrique afirma que a área da Prainha de Telha poderá ser a mais atingida com a alta do rio, pois a situação dos moradores é irregular. “É independente do final do período chuvoso. Toda vez que é necessário gerar energia, aquela região é atingida, pois há casas na calha do rio”, diz João Henrique.
A Chesf tem um cadastro de entidades e usuários para serem notificados em situações como essa. “Todos já foram avisados, mas deverá ser uma situação de tranqüilidade mesmo para quem mora naquela região”, afirma o superintendente.
Em Telha, a região da Prainha já foi atingida pelo aumento da vazão do rio, em fevereiro de 2007. Na época, o rio chegou ao nível de 6.000 m³/s. Na prefeitura da cidade, ninguém foi encontrado para comentar o assunto.
Fonte: Infonet - Cidade
Fotos: Defesa Civil do Estado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE