'Só trouxe amor', diz pai de menino morto por vergalhão em Cariacica, ES

Criança, de 5 anos, se feriu após briga dos pais com vizinha na terça (1). Hericles foi enterrado na manhã deste domingo (6).


André FalcãoDo G1 ES

Familares do menino pediram por justiça, no Espírito Santo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Pai do menino estava muito abalado durante velório
do menino Hericles (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
O corpo do menino atingido na cabeça por um um pedaço de vergalhão de construção, durante uma briga dos pais com uma vizinha, foi enterrado na manhã deste domingo (6), no bairro Nova Rosa da Penha I, em Cariacica, na Grande Vitória. Segundo a família, Hericles Almeida, de 5 anos, foi atingido na última terça-feira (1), teve uma morte cerebral três dias depois, e morreu na tarde deste sábado (5). Emocionados, parentes e amigos prestaram as últimas homenagens ao garoto.
De acordo com a mãe da criança, Samara Almeida, na última terça-feira (1), ela e o pai bebiam com uma vizinha na frente da casa deles, quando os três começaram a discutir e a se agredir. Segundo a mãe, a mulher foi embora e arremessou o pedaço de ferro no pai, mas o vergalhão entrou cerca de três centímetros na cabeça do menino. A criança foi socorrida e passou por uma cirurgia. A suspeita foi detida e vai responder por tentativa de homicídio por motivo fútil e erro de execução.
Na manhã deste domingo (6), no velório da criança, na Igreja Brasil para Cristo, no bairro Bela Vista em Cariacica, o pai, Erick da Silva Santos, disse que está arrasado com a situação. “Meu coração esta confortado porque sabe que o meu filho partiu em Cristo Jesus. Eu sei que ele não tinha pecado e a missão dele foi cumprida na terra. Onde ele chegou, só trouxe amor e carinho”, disse Erick. O pai de Hericles ainda estava muito abalado e mal conseguiu entrar na igreja. A mãe desmaiou e precisou ser amparada por amigos.
Eu só quero que Deus faça justiça'
Taismara Silva,
tia do menino
Em meio as lágrimas, a tia do garoto, Taismara Silva Almeida, disse que ainda se recuperava da perda do filho, ocorrida há dez meses. Ela contou que procura forças para encarar a realidade. “Eu estou muita arrasada. É muito sofrimento. Eu gostaria de agradecer por todos que ajudaram em oração, clamando pela vida dele. Eu só quero que Deus faça justiça. Minha irmã sofre demais. Uma criança que brincava e corria para lá e para e para cá, teve os sonhos interrompidos por uma fatalidade. Não da para acreditar", disse a tia.
Os parentes de Hericles disseram que o sonho dele era ser caminhoneiro como o avô, e no próximo dia 25 ele completaria mais um ano de vida. Neste domingo, a família agradeceu a ajuda que recebeu pelos capixabas e acrescentaram que espera por justiça.
O tio da criança, Marcelo Augusto Ribeiro, contou que a família inteira está sofrendo. "Foi dolorido. Pai e mãe nenhum gostariam de receber essa notícia. Foi uma coisa que abalou a estrutura da família. Nós que já passamos pela perda de outra criança,é impactante. A família está sofrendo. É um pesadelo, do qual a família ainda não acordou. Esperamos por justiça”, desafou Ribeiro.
Após o velório ser encerrado, em silêncio, os amigos e parentes carregaram o caixão do menino até o carro da funerária e seguiram para o local do sepultamento no cemitério do bairro Nova Rosa da Penha.
 Vergalhão entrou cerca de 3 centímetros na cabeça do menino, no espírito santo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Vergalhão entrou cerca de 3 centímetros na cabeça
do menino. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
Relembre o caso
A ocorrência foi atendida por uma equipe de plantão da Polícia Militar que levou o instrumento que atingiu a criança e a suspeita, uma auxiliar de serviços gerais de 36 anos, para o Departamento de Polícia Judiciária de Cariacica.
O pedaço de vergalhão tem aproximadamente 40 centímetros e foi arremessado do terceiro andar. O delegado Leandro Piquet disse que a mulher foi autuada por tentativa de homicídio por motivo fútil e erro de execução. “A tentativa dela foi para atingir o pai do menino. A partir do momento que ela toma essa postura, essa conduta de tentar atingir a pessoa, ela assume esse risco”, disse Piquet.
A mãe de Hericles contou que ela e o marido estavam bebendo quando começaram a brigar. Segundo Samara Almeida, a vizinha foi embora, mas fez ameaças. “Ela subiu e disse que ia pegar uma faca para matar o meu marido. Aí pegamos os nossos filhos, eu peguei a minha neném e meu marido deu a mão para o meu filho e saiu andando. De repente, ela pegou um pedaço de vergalhão de construção e tacou do alto da laje da casa dela. Eu só vi meu filho todo ensanguentado”, explicou a mãe do menino atingido.
Pais discutem com vizinha e filho é  ferido por vergalhão na cabeça, no Espírito Santo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Pais discutem com vizinha e filho é ferido por vergalhão na cabeça (Foto: Reprodução/TV Gazeta
)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE