JOGADORES PRESTAM BOLETIM DE OCORRÊNCIAS


Durante a manhã desta quinta-feira (10), um grupo de onze jogadores esteve na DERPOL do município de Estância, para relatar uma suposta ameaça feita pelo presidente do Estanciano Esporte Clube.

Segundo os jogadores relataram à escrivã da DERPOL, por volta das 10h30 dessa quinta, Beto, na companhia de outro rapaz não identificado, aparentando ser segurança e estar armado, entrou nas dependências do alojamento dos atletas e, falando em tom agressivo, comunicou aos jogadores  que eles tinham 24h para saírem da residência. Segundo os atletas, o presidente salientou que eles eram de fora e  quem quisesse receber os seus direitos que procurassem a justiça.

Conforme consta no boletim de ocorrência,nº 2013/06543.0-000043,  o presidente do Clube se mostrou bastante contrariado com o fato da não realização da partida amistosa contra o Confiança e afirmou que esse fato teve culpados e que eles pagarão por isso. Ainda de acordo com o boletim, Beto garantiu que os jogadores que tinham feito reunião com a “Torcida Canário Chopp” iriam pagar pelas atitudes tomadas.

Após ter conhecimento dos fatos, diversos setores da imprensa falada e virtual estiveram na delegacia e ouviram os atletas.

De acordo com os jogadores que preferiram não se identificar, esse fato foi o pior constrangimento da vida deles enquanto atletas profissionais. “Todos nós temos bagagens e já passamos por diversas equipes da primeira e segunda divisão e o que passamos hoje aqui foi a maior vergonha das nossas vidas”, desabafou um dos atletas afirmando serpai de família e lamentando o destrato recebido pela direção do clube.

Outro atleta que também não quis revelar seu nome lamentou a dispensa após o encerramento do período de contratações dos clubes. “Eu tinha outras propostas e em consideração ao treinador eu acabei preferindo ficar aqui e agora acontece uma coisa dessas coma gente”, afirmou o jogador.

Conforme o grupo de atletas, o clima entre os jogadores que permaneceram na equipe não é bom e isso pode influenciar no desempenho da equipe no decorrer da competição. Ainda conforme os jogadores, o risco de um W x O existe e isso pode prejudicar imensamente a equip e que acabou de subir para a elite do futebol sergipano.

Os jogadores que foram dispensados do clube após a partida amistosa contra a equipe de Pedrinhas são oriundos de vários estados brasileiros, entre eles: Rio de Janeiro, Pernambuco,Bahia, Alagoas, São Paulo e Ceará. Segundo informações, à tarde os jogadores foram até a prefeitura municipal tentar falar com o prefeito Carlos Magno.

Por: Pisca Jr

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE