Goteira em cima de caixão faz corpo ser velado no corredor em Américo

Em dia de chuva, funcionários têm que limpar local para conter a água. Prefeitura diz que não tem prazo para obras de reforma no prédio.

Do G1 São Carlos e Araraquara

Velório de Américo Brasiliense, SP, apresenta goteiras e rachaduras (Foto: Rosicléia da Silva/VC no G1)Velório de Américo Brasiliense apresenta goteiras e rachaduras (Foto: Rosicléia da Silva/Arquivo Pessoal)
Os moradores de Américo Brasiliense (SP) reclamam das condições do prédio do velório da cidade, que está precário e tem várias goteiras. Segundo a auxiliar de cozinha Rosicléia da Silva, na semana passada, o corpo de um amigo que era velado no local precisou ser deixado no corredor porque pingava água bem em cima do caixão.
Velório de Américo Brasiliense, SP, apresenta goteiras e rachaduras (Foto: Rosicléia da Silva/VC no G1)Velatório de Américo Brasiliense, SP, apresenta
goteiras (Foto: Rosicléia da Silva/Arquivo Pessoal)
“Todas as salas estão com goteiras, mas na que ele estava era a pior. A goteira em cima do caixão obrigou a gente a levá-lo para o  corredor, na sala de espera”, afirma Rosicléia. Segundo ela, o prédio também apresenta rachaduras e muitos insetos. “Esse descaso é um absurdo”, reclama.

Enquanto o velório era realizado, a água da chuva invadiu o local e um funcionário precisou fazer a limpeza. “Foi a primeira vez que presenciei isso enquanto estava lá dentro, mas sempre que chove e passo em frente ao velório vejo o pessoal puxando água”, comenta.

Sem data
Procurada pelo G1, a Prefeitura de Américo Brasiliense afirmou que a reforma no prédio deve ser feita, mas não deu um prazo para executar o serviço
.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE