DHPP apresenta acusados de assassinar homem em cemitério

Presos _Foto: Ascom_SSP/SE
Na manhã desta segunda-feira, 26, a Polícia Civil, através da 1ª divisão do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), apresentou três suspeitos de participação em dois homicídios ocorridos nos últimos dias 3 e 4.

Na ocasião foram mortos Claudaci Oliveira e seu irmão Milton César que foi assassinado nas instalações do Cemitério São João Batista, quando participava do funeral da irmã Claudaci.

Pedro Vagner dos Santos, 27 anos, preso no bairro Santa Maria, Júlio César do Nascimento, 25 anos e Marcos Túlio, 21 anos, foram apresentados durante coletiva à imprensa.

Marcos Túlio foi preso na cidade alagoana de Porto Real de Colégio na última sexta-feira, 23, por policiais sergipanos com auxílio da Policia Civil de Alagoas. Com ele a polícia encontrou maconha e um revólver supostamente utilizado nos crimes.

De acordo com a diretora do DHPP, delegada Tereza Simony, uma quarta pessoa, um travesti conhecido como "Talita", também participou da trama dando suporte para os suspeitos executarem as vítimas.
Delegada Thereza Simony _ Ascom_SSP/SE

“Talita era a pessoa responsável pela contratação do táxi que levou os suspeitos aos locais de execução das vítimas, permanecendo dentro do veículo", explicou Simony.

Ainda de acordo com Simony, os crimes teriam acontecidos em virtude de um acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas. “ Júlio César e seus comparsas teriam assassinado Claudaci após uma discussão. Depois do assassinato de Claudaci, seu irmão Milton César passou a ameaçar familiares dos suspeitos do homicídio o que resultou também na sua morte”, disse.
 
Delegada Thereza Simony explica as investigações que culminou na prisão dos acusados     Baixe aqui

Crimes

No dia 3 de novembro, Claudaci Oliveira foi assassinada a tiros por volta das 22h30 em sua residência localizada na Rua Manoel Vieira Melo, conjunto Jardim Centenário, bairro Olaria.

Os disparos teriam sido efetuados por Júlio César, com a participação de Marcos Túlio e do travesti "Talita". Os suspeitos teriam alugado um táxi para auxiliar na execução do crime.

Após o assassinato de Claudaci, no dia seguinte, 4 de novembro, Júlio César, Pedro Vagner, Marcos Túlio e "Talita" fretaram mais uma vez um táxi e seguiram para o Cemitério São João Batista, onde estava sendo sepultado o corpo de Claudaci, e lá assassinaram Milton César.
 
Fonte: SSP/SE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Aluna de 13 anos é filmada fazendo sexo em escola de São Paulo

Veja a relação de aprovados no Exame da Ordem em Sergipe