EXCLUSIVO: Jackson pode viajar para forçar saída de Angélica da Assembleia e facilitar indicação de Belivaldo para o TC


NE NOTÍCIAS publica a seguir detalhes da estratégia do governo para que a Assembleia Legislativa indique o secretário de Educação, Belivaldo Chagas, para o Tribunal de Contas do Estado.

Dizer que a estratégia passa apenas pela obtenção do apoio da maioria dos deputados, é simples. Na verdade, é muito mais!

Como o governador Marcelo Déda (PT) passou o governo para o vice, Jackson Barreto (PMDB), o terceiro nome na linha sucessória é a presidente da Assembleia Legislativa, Angélica Guimarães (PSC).

Antes de viajar, Déda já deixou tudo acertado: se e a partir de quando o governo tiver certeza absoluta da obtenção do apoio da maioria dos deputados na Assembleia, Jackson arranjará motivo para se afastar do governo, obrigando Angélica a passar o comando do Legislativo para o vice-presidente da Casa, Garibalde Mendonça (PMDB), e assumir temporariamente a Chefia do Executivo.

Com Garibalde comandando a pauta, será lido o requerimento do líder do governo na Assembleia, Francisco Gualberto (PT), propondo a indicação de Belivaldo Chagas para o TC.

Na cabeça e nas contas do governo, Belivaldo pode não ter maioria folgada, mas venceria a disputa para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Relembrando Garrincha, só falta combinar com os "Joãos".

Fonte: NeNoticias

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DE PROPRIÁ - SE

Caminhão furtado em Porto Real do Colégio é recuperado em Propriá/SE